Produtos

CAQUI

O caquipossui qualidades calmantes, febrífugas, antieméticas e laxativas. Seu uso é conveniente para os que sifrem de desnutrição, tuberculose, anemia, descalcificação, enfermidades das vias respiratórias, catarros da bexiga, transtornos intestinais, afecções do estômago e gastrite infantil.

Leia mais

CASTANHA DO PARÁ

Ricas em gorduras mono e polinsaturadas, capazes de reduzir os níveis do colesterol ruim do sangue (LDL) e aumentar o bom colesterol (HDL), as oleaginosas ajudam, por exemplo, a impedir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e, de quebra, dão sensação de saciedade.
Mas, as oleaginosas são também altamente calóricas, por isso é preciso muito cuidado para não exagerar na quantidade ingerida. – levando em base a dieta desejada.

Ajuda a evitar a propagação do câncer além de diminuir a sua incidência.
Outros benefícios desta fruta vêm das suas propriedades preventivas na cardiomiopatia, doença do miocárdio associada com disfunção cardíaca.
Também melhora o sistema imunológico, equilibra a atuação dos hormônios da tireóide e é poderoso antioxidante.

Leia mais

CÔCO VERDE

O valor nutritivo do coco varia de acordo com o seu estado de maturação. À medida que a polpa amadurece, aumenta o seu teor de gorduras. Também contém sais minerais, como potássio e fósforo, e proteínas importantes para o bom funcionamento do organismo. A água de coco contém sais minerais, como sódio, potássio e cloro, e um tipo de açúcar muito fácil de digerir, a glicose. A gordura do coco tem características bem diferentes das demais gorduras e óleos vegetais, parecendo-se mais com as gorduras animais. Também é digerida com facilidade e tem sabor mais agradável que as outras gorduras vegetais.

Sua água possui 6 vezes mais potássio em relacão a hidrotônicos convencionais como gatorade por exemplo

Leia mais

ALHO

O alho apresenta propriedades bactericidas, preventivo de doenças cardiovasculares é ótimo contra a hipertensão, seus efeitos são potencializados quando o alho é triturado ou cortado. Pelo seu efeito bactericida extermina bactérias malignas do intestino, combate o câncer grastrointestinal por impedir o crescimento das células cancerígenas.
Fortalece o sistema imunológico como um todo, aumentando a resistência orgânica a infecções, fluidifica e desodoriza as secreções no caso de bronquite, tuberculose, diminui a tosse, provoca a expectoração. Pode ser utilizado também em ferimentos e cortes de prego enferrujado, espinhos, espetos de madeira e cacos de vidro, mordedura de bichos venenosos, promove a desintoxicação do sangue.
O uso regular do alho aumenta a longevidade reduz os riscos de infarto, reduz o colesterol LDL (ruim), aumenta o colesterol HDL (bom) combate bactérias e vírus, previne a aterosclerose, o câncer. Ativa o funcionamento do fígado, cura hemorróidas e varizes, elimina prisão de ventre, combate o ácido úrico, aliviando dores musculares e articulares como reumatismo, gota e ciática.
Elimina o cansaço, melhora visão, é indicado contra dores de cabeça, insônias e nevralgias, elimina vermes como: lombrigas e tênia, auxilia no emagrecimento, bom para os rins e bexiga eczemas e herpes, alivia o diabete l e proporciona uma qualidade de vida mais saudável como um todo.

Leia mais

TANGERINA

A tangerina é um valioso alimento se consumida ao natural. Seu suco é uma bebida muito saudável e nutritiva. Também pode ser utilizada para a confecção de doces e geléias.

Vitamina A
Vitamina B¹ (Tiamina)
Vitamina C (Ácido ascórbico)
Rico em: Fósforo, Enxofre, Magnésio, Sódio, Enxofre, Ferro e Cálcio.

Leia mais

MARACUJÁ

Variedades: Doce; Azedo.
As variedades doces podem ser consumidas in natura, as variedades azedas, devem ser adicionadas de açúcar e água devido ao seu alto nível de acidez. Largamente utilizado em pratos elaborados, doces, geléias e sucos.

Vitamina A
Vitamina B¹ (Tiamina)
Vitamina B² (Riboflavina)
Vitamina B5 (Niacina)
Vitamina C (Ácido ascórbico)
Rico em: Fósforo, Ferro e Cálcio.

Leia mais

MAMÃO FORMOSA

O Mamão formosa tem tamanho superior ao Mamão Papaya Golden ou Sunrise, tendo em função disso um nicho de mercado diferenciado. Seu rendimento sugere larga utilização em grandes cozinhas, como hotéis, restaurantes, escolas e qualquer outro local onde seja necessária uma quantidade maior de polpa.
Rico em vitamina A, combate a artrite e sua enzima facilita a digestão. O tipo Formosa é o que contém menos açúcar.
Mamão formosa têm tamanhos variados (1 a 3 kg). Sua polpa é avermelhada, mais firme que a do Golden e Sunrise

Leia mais

MAMÃO PAPAYA

O mamão é uma das melhores frutas do mundo, tanto pelo seu valor nutritivo, como pelo seu valor medeicinal. O leite do mamão é largamente utilizado no mundo inteiro, uma de suas aplicações é como amaciante de carnes. O mamão maduro é muito digestivo e diurético. Suas sementes são um remédio muito eficiente para regular o funcionamento do intestino.

Vitamina A
Vitamina B¹ (Tiamina)
Vitamina B² (Riboflavina)
Vitamina B5 (Niacina)
Vitamina C (Ácido ascórbico)
Rico em: Fósforo, Ferro e Cálcio.

Leia mais

LIMA DA PERSIA

Fruta da família do Citrus é rica em vitamina C.

Vitamina B¹ (Tiamina)
Vitamina B² (Riboflavina)
Vitamina C (Ácido ascórbico)
Rico em: Potássio, Fósforo, Ferro, Sódio e Cálcio

Leia mais

GOIABA

Variedades: Vermelha; Branca ; Roxa
Uma das mais comuns das frutas brasileiras. É uma fruta de grande valor nutritivo, riquíssima em vitaminas. Em relação a concentração de vitamina C, ela tem poucas frutas rivais. A grande concentração de vitamina esta em sua casca, por isso o consumo com a casca é muito indicado para melhor aproveitamento de suas vitaminas.

Vitamina A
Vitamina B¹ (Tiamina)
Vitamina B² (Riboflavina)
Vitamina B5 (Niacina)
Vitamina C (Ácido ascórbico)
Rico em: Fósforo, Ferro, e Cálcio.

Leia mais

BANANA

Origem: África do Sul e Israel. Fruta da família das “nonas”, por muitos considerada uma das frutas mais doces existentes. Consumida in natura e muito utilizada na culinária. Presta-se a geléias e salada de frutas.

Vitamina B¹ (Tiamina)
Vitamina B² (Riboflavina)
Vitamina B5 (Niacina)
Vitamina C (Ácido ascórbico)
Rico em: Fósforo, Cálcio, e Ferro.

Variedade: Prata.

Leia mais

ATEMÓIA

Nome científico: Annona Cherimola

Origem: África do Sul e Israel. Fruta da família das “nonas”, por muitos considerada uma das frutas mais doces existentes. Consumida in natura e muito utilizada na culinária. Presta-se a geléias e salada de frutas.
Rica em vitaminas como: b1; b2; b5 ; C(Ácido ascórbico); Fósforo; Cálcio; Ferro

Leia mais

ROMÃ

Origem: Espanha

Estudos mostraram que a romã pode ajudar a reduzir a pressão arterial e ser utilizada na prevenção de alguns problemas cardiovasculares e também mostrou que o seu consumo leva a um aumento de testosterona que pode variar entre 16 e 30%

Leia mais

UVA IMPORTADA

Nome Científico: Vitis vinífera

Origem: Portugal; Espanha

Disponível: de Junho a Dezembro

Variedades: Red Globe; Tompson(sem semente);

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: Pequenas bagas redondas ou ovais que apresentam uma polpa doce, semi-translúcida envolvida por uma casca macia.

Propriedades medicinais: vitalizadora; alcalinizante; anti-reumática; depurativa; diurética; laxativa; tónica para o sistema nervoso; anti-cancerígena

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar em local fresco, até 2 dias;
– No frigorífico: conservar até 7 dias, com filme plástico ou em recipiente fechado, para não perder a água. Não congelar.

Leia mais

UVA NACIONAL

Nome Científico: Vitis vinífera

Variedades: Rosa; Branca
Disponível: de Junho a Dezembro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: Pequenas bagas redondas ou ovais que apresentam uma polpa doce, semi-translúcida envolvida por uma casca macia.

Propriedades medicinais: vitalizadora; alcalinizante; anti-reumática; depurativa; diurética; laxativa; tónica para o sistema nervoso; anti-cancerígena

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar em local fresco, até 2 dias;
– No frigorífico: conservar até 7 dias, com filme plástico ou em recipiente fechado, para não perder a água. Não congelar.

Leia mais

PÊSSEGOS IMPORTADOS

Nome Científico: Prunus Persica

Variedades: Vermelho; Amarelo; Rosa

Origem: Portugal; Espanha; Argentina

Disponível: de Maio a Outubro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar; Palotes de plástico

Características Intrínsecas: Apresenta uma forma redonda ou oval, casca com pilosidade, de cor que varia entre amarelo e o vermelho. A polpa é suculenta, agridoce, aromática e de cor amarela, branca ou avermelhada.

Propriedades medicinais: energético; aumenta a disposição; refrescante; diurético

Conservação:
– À temperatura ambiente: para amadurecer. Quando maduro, consumir até 2 dias ou conservar no frigorífico.
– No frigorífico: quando maduro, conservar até 7 dias num recipiente fechado, longe do congelador, para evitar que o pêssego se desidrate e perca as propriedades nutritivas

Leia mais

PÊSSEGOS NACIONAIS

Fruta originária da China e Pérsia, sua introdução no Brasil ocorreu no ano de 1532.
No Brasil, os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná têm as melhores condições naturais para a produção comercial do pêssego.
Disponível: Outubro a Janeiro

Variedades: Chiripá; Eragil; Coral; Dela Nona.

 

Leia mais

PIMENTÃO VERMELHO

Nome Científico: Capsicum annum

Origem: Portugal; Espanha; Marrocos

Disponível: Todo o ano

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: O pimento tem uma textura deliciosa, crocante e ligeiramente aguada. Dentro do tecido carnudo existe um núcleo esponjoso com sementes, que embora comestíveis possuem um forte sabor amargo.

Propriedades Medicinais: Estomáquico; regulador do apetite; laxativo; anti-cancerígeno; antidiabético; combate a obesidade

Conservação:
– No frigorífico: conservar até 8 dias, dentro de um saco plástico perfurado e na parte menos fria.

Leia mais

PIMENTÃO VERDE

Nome Científico: Capsicum annum

Origem: Portugal; Espanha; Marrocos

Disponível: Todo o ano

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: O pimento tem uma textura deliciosa, crocante e ligeiramente aguada. Dentro do tecido carnudo existe um núcleo esponjoso com sementes, que embora comestíveis possuem um forte sabor amargo.

Propriedades Medicinais: Estomáquico; regulador do apetite; laxativo; anti-cancerígeno; antidiabético; combate a obesidade

Conservação:
– No frigorífico: conservar até 8 dias, dentro de um saco plástico perfurado e na parte menos fria

Leia mais

PÊRA D’ANJOU

Conteúdo vitamínico Por possuir quantidades razoáveis de vitaminas B1, B2 e Niacina ou B12, todas do Complexo B, que regulam o sistema nervoso e o aparelho digestivo que fortifica o músculo cardíaco e serem esseciais ao crescimento e evitam a queda dos cabelos e sanam alguns problemas de pele,e possuir ainda vitaminas A e C e ser rica em sais minerias incluindo o Sódio, Potássio, Cálcio, Fósforo, Enxofre, Magnésio, Silício e Ferro, pode ser usada em regimes alimentares, devido a sua leveza e textura e de fácil absorção pelo organismo e tratamentos cardíacos, é um bom complemento alimentício, tanto na formação dos ossos, dentes e sangue como mantêm o equilíbrio interno e o vigor do sistema nervoso. Tem muitas fibras, por isso é boa também contra a prisão de ventre, inflamação do intestino e bexiga. Apresentação Quando de boa qualidade apresenta casca firme (sem ser dura), sem cortes, rachaduras ou manchas pardas. Para que conserve o aroma e o sabor deve ser guardada em lugar fresco e seco, nunca na geladeira. Forma de consumo É excelente no preparo de sobremesas, tortas, compotas, cremes, geléias, sorvetes, é também ótima para acompanhar queijos picantes e de sabor forte. Para não escurecer depois de cortada, deve ser respingada com limão. Como comprar De preferência em comprar durante o mês de janeiro, pois é encontrada a preços mais em conta. Mas existe pera importada de fevereiro a setembro. Por requer um clima quente para produzir fruto, já que as pereiras não são tão resistentes ao frio como as macieiras. O melhor mês realmente em encontrá-las no comércio é sempre no começo do ano, porem estendendo-se até setembro. Como as maçãs, a fruta da pêra é um pomo. Há milhares de variedades domésticas de pêra. Em áreas tropicais, a palavra pêra pode também ser utilizada para denominar abacate (Persea americana), fruto que não tem parentesco com as verdadeiras pêras.

Origem: Argentina; Chile

Disponível: Março a Dezembro

Leia mais

PERA RED BARTLETT

Rica em sais minerais, como potássio, sódio, ferro, cálcio e magnésio, vitaminas A, C e do complexo B ela tem o DOBRO de fibras da maça. Produz saciedade, combate a gordura localizada e a redução da vontade de comer doce.

Origem: Argentina; Chile;

Disponível: Janeiro a Abril.

Leia mais

PÊRA PACKHAM’S

Fruta típica de clima temperado, com centro de origem euro-asiático, com referências à Europa Central, China, Japão e Indonésia. Cultura apropriada para regiões serranas, frescas e solos férteis.
A pêra é uma das frutas mais ricas em sais minerais incluindo Sódio, Potássio, Cálcio, Fósforo, Enxofre, Magnésio, Silício e Ferro.
Seu período de safra é de dezembro a abril.
Durante o mês de janeiro é encontrada a preços mais em conta.

Leia mais

PÊRA WILLIAMS

Nome Científico: Pyrus Communis

Origem: Portugal; Espanha; Argentina;

Disponível: Todo o ano

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar; Palotes de plástico

Características Intrínsecas: Apresenta um formato oval ou piriforme, uma epiderme lisa e fina de cor verde-clara. A polpa é branca, granulenta, sumarenta e doce.

Propriedades Medicinais: adstringente; hipotensora; laxativa; mantém o equilíbrio interno e o vigor do sistema nervoso

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar em local fresco, seco e arejado, para consumo imediato;
– No frigorífico: conservar até 10 dias, no entanto não é aconselhável pois perde parte do aroma e do sabor.
– Dica: Para que a pêra não escureça depois de cortada, basta pingar umas gotas de limão.

Leia mais

NOZ

Nome Científico: Juglans regia

Origem: Espanha; França

Disponível: de Setembro a Janeiro

Embalagem e acondicionamento: Saco de rede plástica

Características Intrínsecas: Fruto pequeno, de forma oval, com uma casca castanha, consistente e rugosa.

Propriedades medicinais: energético; anti-cancerígeno; revitaliza o cérebro e o sistema nervoso

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar em local seco e escuro;
– No frigorífico: conservar com casca 2 a 3 meses;
– No congelador: conservar com casca até 1 ano

Leia mais

NÊSPERA

Nome Científico: Eriobotrya japonica

Origem: Espanha

Disponível: Abril e Maio

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar; Palotes de plástico

Características Intrínsecas: Apresenta uma forma oval de epiderme lisa, delgada mas consistente, de cor amarelo-torrado. A polpa, amarelo-alaranjada, é carnuda, firme, muito sumarenta e doce, embora, às vezes, ácida.

Propriedades medicinais: adstringent; anti-hemorrágica; anti-inflamatória

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar em local fresco e seco.

 

Leia mais

MORANGO

Nome Científico: Fragaria Vesca

Origem: Portugal; Espanha

Disponível: Todo o ano (época normal de Abril a Agosto)

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: Fruto vermelho com a casca fina e rugosa com sementes amarelas. A polpa é vermelha, firme e sumarenta, tendo um sabor intenso e doce.

Propriedades medicinais: analgésico; anti-inflamatório; calmante; cicatrizante; digestivo; diurético; fortificante; hidratante; auxilia a melhorar a memória; previne enfartes

Conservação:
– No frigorífico: conservar a uma temperatura óptima de 10-12 graus até ao máximo de 3 dias. O morango deve ser consumido rapidamente após a compra

Leia mais

MELÃO GALIA

Nome Científico: Cucumis melo

Variedades: Gália; Harvest King

Origem: Portugal; Espanha; Marrocos

Disponível: de Março a Novembro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: A casca pode ser lisa, estar cercada de nervuras ou ter uma série de protuberâncias, pode adoptar um tom branco amarelado ou esverdeado, cercado de bandas verde escuras. A polpa, doce e saborosa, pode variar entre a cor pêssego, alaranjada ou também verde pálido.

Propriedades medicinais: estomáquica; antifebril; antidiarreica; anti-reumático; combate insuficiências do fígado

Conservação:
– À temperatura ambiente: em local fresco e escuro, até 1 semana;
– No frigorífico: conservar entre 1 a 2 semanas; depois de aberto, conservar no frigorífico até 3 dias, em caixa plástica. (Não se recomenda a sua conservação no frigorífico, pois pode alterar o seu sabor.)

Leia mais

MELÃO

Nome Científico: Cucumis Melo L.

Variedades: Melão Branco, Melão Verde

Origem: Portugal; Espanha; Marrocos

Disponível: de Março a Novembro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar; Palotes de plástico

Características Intrínsecas: Fruta de formato oval com casca de cor amarela ou verde. A polpa é verde clara e na parte oca encontram-se muitas sementes achatadas de cor clara. É suculento e doce.

Propriedades Medicinais: alcalinizante; antibiótico; antileucémico; antimutagénico; antioxidante; calmante; diurético; hidratante; refrescante

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar em local fresco e escuro, até 1 semana;
– No frigorífico: conservar entre 1 a 2 semanas; depois de aberto, conservar no frigorífico até 3 dias, em caixa plástica. (Não se recomenda a sua conservação no frigorífico, pois pode alterar o seu sabor.)

Leia mais

MELAO VERDE

Nome Científico: Cucumis Melo L.

Origem: Portugal; Espanha; Marrocos

Disponível: de Março a Novembro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar; Palotes de plástico

Características Intrínsecas: Fruta de formato oval com casca de cor amarela ou verde. A polpa é verde clara e na parte oca encontram-se muitas sementes achatadas de cor clara. É suculento e doce.

Propriedades Medicinais: alcalinizante; antibiótico; antileucémico; antimutagénico; antioxidante; calmante; diurético; hidratante; refrescante

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar em local fresco e escuro, até 1 semana;
– No frigorífico: conservar entre 1 a 2 semanas; depois de aberto, conservar no frigorífico até 3 dias, em caixa plástica. (Não se recomenda a sua conservação no frigorífico, pois pode alterar o seu sabor.)

Leia mais

MAÇÃ

Nome Científico: Malus domestica

Variedades: Braeburn; Fugi; Golden; Granny Smith; Jonagored; Pit Lady; Red Chief; Red Delicious; Red One; Reineta; Royal Gala; Starking

Origem: Portugal; Espanha; França; Argentina; Itália; Chile; Brasil; China

Disponível: Todo o ano

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar; Palote de plástico

Características Intrínsecas: Com um formato oval e uma epiderme fina e lisa de cor vermelha, amarela ou verde, a maçã tem uma carepa típica à volta do pedúnculo. A polpa é branca, frime, sumarenta e doce.

Propriedades medicinais: Digestiva; reguladora do sistema nervoso e crescimento; estomáquica; evita problemas de pele; previne a fadiga mental; diminui a taxa de colesterol no sangue; ajuda no tratamento de reumatismo, gota e artrite; estimulante para o cérebro

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar até 7 dias em local arejado e seco;
– No frigorífico: conservar com a temperatura um pouco acima do ponto de congelação (2ºC), em saco plático. Durante 15 dias

Leia mais

AMEIXA

Nome Científico: Prunus domestica

Variedades: Preta; Branca; Vermelha

Origem: Portugal; Espanha

Disponível: De Junho a Outubro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de cartão/ plástico de uso alimentar; Palotes de plástico

Características Intrínsecas: Apresenta uma forma redonda, de epiderme lisa e fina, roxa ou amarela, com a polpa firme, sumarenta e doce.

Propriedades medicinais: purgativa; depurativa; laxante; anti-cancerígena

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar de 3 a 8 dias em local fresco e seco
– No frigorífico: conservar entre 2 a 4 semanas, em saco de plástico, sem lavar.

Leia mais

ABACAXI

Nome Científico: Ananas comosus L. Merril

Origem: Espanha; Brasil

Disponível: Todo o ano

Embalagem e acondicionamento: Caixa de cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: Forma oval, de epiderme castanha encorpada e rugosa, tem a polpa amarela clara, firme, sumarenta e doce.

Propriedades medicinais: adstringente; anti-séptico; despigmentador; digestivo; diurético; expectorante; lipolítico; regenerador celular; rejuvenescedor

Conservação:
– À temperatura ambiente: conservar em local fresco e seco com pelicula aderente; não acondicionar no frigorifico, pois não suporta temperaturas inferiores a 7 graus.

Leia mais

ABACATE

Nome Científico: Persea americana

Origem: Espanha; Brasil

Disponível: de Janeiro a Setembro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: apresenta uma pele macia, de um verde-escuro e uma forma mais definida de pêra. A polpa é amarelo-esverdeado, e tem uma consistência atraente e amanteigada, com um subtil sabor a noz-moscada.

Propriedades medicinais: anti-reumático; antiflatulento; digestivo; laxante; antidiabético

Conservação:
– No frigorífico: conservar até 1 semana, se possível enrolado num pano húmido.
– Dica: Para conservar depois de aberto, pincelar com sumo de limão para não ficar preto.

Leia mais

DAMASCO

Nome Científico: Armeniaca vulgaris

Origem: Espanha

Disponível: de Novembro a Janeiro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: Fruto pequeno, de forma redonda, com casca e polpa entre o amarelo pálido e o laranja forte, com um tom levemente dourado e uma leve aveludado na casca, não muito sumarento mas marcadamente suave e doce.

Propriedades medicinais: afrodisíaca; antiespamódica; anti-idade; antitussígena; calmante; demulcente; diurética; emoliente; estimulante; expectorante; hidratante; laxante; mineralizante; nutritiva; peitoral; sedativa; tónica

Conservação:
– No frigorífico: conservar por 2 ou 3 dias, colocando o fruto sem lavar, num recipiente fechado, para maior controlo da humidade.

Leia mais

KIWI

Nome Científico: Actinidia deliciosa

Origem: Espanha; Chile

Disponível: Todo o ano

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar

Características Intrínsecas: Fruto pequeno e oval, de casca castanha felpuda, com uma polpa cremosa e brilhante, semi-translúcida, de cor verde-esmeralda, salpicada com alguns nervos brancos dispostos de forma concêntrica e pequenas sementes pretas. Sabor revigorante, doce e singular.

Propriedades medicinais: nutritivo; antioxidante; antianémico; anti-escorbútico; digestivo; estimulante do apetite; laxativo; calmante; regulador intestinal e de colestrol; anti-cancerígeno; anti-inflamatório; fortalecedor do sistema imunológico

Conservação:
– À temperatura ambiente: deixar amadurecer o fruto dentro de um saco de papel ou plástico, junto de uma maçã ou de uma banana;
– No frigorífico: quando amadurecido, conservar a uma temperatura de 4º C. Não congelar, pois para além de perder toda a sua capacidade de fornecer todos os nutrientes que lhe são característicos, estraga-se.

Leia mais

NECTARINA

Nome Científico: Prunus Persica

Origem: Espanha

Disponível: de Maio a Outubro

Embalagem e acondicionamento: Caixa de plástico/ cartão de uso alimentar; Palotes de plástico

Características Intrínsecas: Apresenta uma forma redonda ou oval, casca lisa, de cor que varia entre amarelo e o vermelho. A polpa é suculenta, agridoce, aromática e de cor amarela, branca ou avermelhada.

Propriedades medicinais: energética; aumenta a disposição; refrescante; diurétic

Conservação:
– No frigorífico: conservar durante 3 ou 4 dias dentro de um recipiente fechado, longe do congelador. A nectarina só deve ser lavada momentos antes de ser consumida.

Leia mais